quarta-feira, 17 de julho de 2013

Tarefa mais light que alface

Sempre fui magra, apesar de nunca ter me visto assim, só hoje consigo perceber  que com 1.70 de altura e 59kg, eu estava no auge da minha magreza. Meus problemas com a balança começaram quando fiquei grávida. Durante minha gravidez engordei cerca de 10kg (acho que é o esperado). Quando a minha filha nasceu eu até que não fiquei muito gorda, a minha luta começou, quando me vi numa situação nova. 18 anos, sozinha e tendo que cuidar de um bebê, sem nenhuma experiência no assunto, acabei entrando num estado depressivo.
Já estive muito mal, cheguei a ficar meses sem sair de dentro de casa, quando eu saia na rua, meus vizinhos me perguntavam se eu estava viajando.

Minha mãe vendo a minha situação, conversou comigo e me aconselhou a "voltar a viver" e eu percebi que o que eu estava fazendo comigo não era bom, fui pesar e e lá estavam 100kg, chorei e chorei.
(26/11/11 quando descobri meus 100kg), depois de começar a RA emagreci 15kg.
No fim de 2012, comecei a engordar e resolvi voltar. Hoje com 95kg, decidi emagrecer por estar sentindo dores no corpo, principalmente joelhos e costas, e por causa da pressão arterial (medo, minha família quase toda é hipertensa).
Lógico que eu amava vestir 38, mais hoje estou muito feliz.
Por isso que eu sempre falo, que uma pessoa não deve se sentir infeliz por ser gorda. Eu já estive muito pior, hoje ainda tomo antidepressivos pra controlar a minha ansiedade e humor, mais sei que agora tenho condições de lutar por mim.

Eu tenho sim uma roupa meta, usei ela quando tinha 15 anos, claro que não vou usar o vestido de adolescente, minha meta é apenas entrar nele, haha'
Não o encontrei, assim que encontrar vou atualizar o post com a foto dele.

14 comentários:

Vivi Sampaio disse...

Eu sempre disse que não sei o q é pior: ser magra e engordar, ou como o meu caso que sempre fui gorda, mas tu tá super no caminho, é questão de tempo agora!
Bjs

Bel Manjericão disse...

Olha, o que acho muito interessante é que você saiu do desânimo e está tocando a vida em frente. Quando a gente age como se tudo tivesse terminado em um dado momento, a gente está pedindo para cavar mais ainda o buraco. Que bom que deu a volta por cima!!!! Vivas!

"...uma pessoa não deve se sentir infeliz por ser gorda." - Concordo!!! E nem esperar emagrecer para ser feliz. Ficar dependendo de peso ou se deixar definir por um número é muito triste e irreal.

Patrícia Medeiros disse...

Laninhaaaa... que bom que vc sente vontade de viver e sabe que vc tem potencial para mudar e viver ainda melhor.

Acredita em nós mesmas é a principal coisa que podemos fazer.

Estamos juntas nessa!!!!
Bjokas

Pat disse...

Laninha.. o importante é que vc deu a volta por cima e escolheu ser feliz. Também não acho que ser gordo é sinonino de infelicidade.

Eu sempre fui uma gordinha feliz, mas encanada com o peso. Só que quando eu tive bebê e me separei que passei a cuidar mais do corpo.

Ao invés de ficar deprê e descontar na comida, eu fiz o contrário. Eu busquei melhorar a minha aparência. Passei a ser super encanada e foi qdo soube o que era ser magra.

É mto bom!!! Fiquei magra por uns 2 anos. Achava que seria magra para sempre e fui "vivertudoqueháparaviver". Acabei saindo mto, botecando muito e engordando tudo novamente. Minha genética não é ser magra.

Engordei beeem devagar (o bom da RA é que assim como vc demora para eliminar, vc tb demora para ganhar). Como vc era magrinha, talvez seu corpo reagirá melhor.

Força queridona!
Bjãooo

Fabi Lange Brandes disse...

acho que o melhor de tudo é ter a consciencia que há solução!
beijos e lindo dia

Aline Canteiro disse...

Olá! Que bom que o pior já passou!
Te desejo tudo de melhor!

Beijão!

* Nelisa Leite * disse...

Oi Laininha... que bom que vc escutou os conselhos de sua mãe e "voltou a viver"... cuidar de si é sempre a melhor escolha!!!!
Força florzinha... tenho certeza que vc irá alcançar sua meta!!!!

Bjinhusss

Lívia disse...

Que bom que decidiu a se cuidar melhor. RA é o caminho. Se mantenha firme que vai conseguir!

Fran ") disse...

Sua história é emocionante, dela tiro uma lição muito importante, É PRECISO TENTAR, quantas vezes forem necessárias.Força e disciplina, continue firme!!!
;-)

Juliana Melo Rodrigues disse...

Olá! Obrigada pela visita no meu blog! E parabéns por tomar essa inciativa de fazer uma reeducação alimentar e utilizar seu vestido como incetivo! Eu utilizo uma foto, que tirei antes de engravidar. Eu estava com 55Kg e hoje estou com 68. Mas com disciplina e controle, conseguiremos ter o corpinho dos sonhos!

Nathy disse...

Laninha parabéns pela garra e força de sair de uma depressão, sei muito bem como é, sei o que é querer sumir.
Agora deu a volta por cima, é linda e esta no caminho certo.
Beijokas e adorei te conhecer melhor!

Nathy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fofinha disse...

Tens razão amiga não podemos estar triste por sermos gordas temos é que lutar para mudar isso...Bjão

Flávia Capistrano disse...

Não fique olhando pra trás, apenas siga em frente. É difícil, mas não é impossível, lute sempre, você vai conseguir.
Bjs e ótimo fim de semana!

http://garotasbacanas.blogspot.com